A programação e a robótica são duas áreas emergentes nas escolas portuguesas onde existem variados projetos que as mobilizam. Não se procura, na maioria destes projetos, formar futuros programadores, mas antes utilizar o ensino da programação e da robótica como metodologia para desenvolvimento de algumas competências: resolução de problemas, trabalho colaborativo, pensamento computacional, pensamento criativo, entre outras. Nos repositórios académicos existem estudos que apresentam olhares sobre programas e projetos que integram a programação e a robótica em contexto educativo. Importa, pois, realizar uma leitura sistematizada sobre os estudos realizados e publicados e procurar identificar as vantagens e desvantagens da presença da programação e robótica em contexto educativo.